terça-feira, 18 de abril de 2017

VESTIBULAR DA FARMEP – 2017


01. (FARMEP – 2017). Um desodorante é vendido em duas embalagens de tamanhos diferentes, porém de formatos matematicamente semelhantes. A figura indica algumas das medidas dessas embalagens.



Se a capacidade da embalagem maior é de 100 mL, a capacidade da embalagem menor é de
(A) 64,0 mL.

(B) 48,6 mL.

(C) 56,4 mL.

(D) 80,0 mL.

(E) 51,2 mL.

02. (FARMEP – 2017). A figura mostra, em perspectiva, as quatro primeiras pilhas de blocos de uma sequência.



Mantida a mesma lógica de empilhamento dos blocos, a 6a pilha da sequência terá um total de blocos igual a
(A) 149.

(B) 141.

(C) 146.

(D) 151.

(E) 144.

03. (FARMEP – 2017). Um homem do grupo sanguíneo AB e Rh negativo casa-se com uma mulher do grupo sanguíneo O e Rh positivo homozigoto. Os grupos sanguíneos dos descendentes desse casal podem ser
(A) A ou AB, podendo ser Rh positivo ou Rh negativo.

(B) A ou B, todos Rh negativo.

(C) A ou B, todos Rh positivo.

(D) A, B ou O, todos Rh negativo.

(E) A, B ou AB, todos Rh negativo.

04. (FARMEP – 2017). Uma bola rola sobre uma bancada horizontal e a abandona, com velocidade V0, caindo até o chão. As figuras representam a visão de cima e a visão de frente desse movimento, mostrando a bola em instantes diferentes durante sua queda, até o momento em que ela toca o solo.



Desprezando a resistência do ar e considerando as informações das figuras, o módulo de V0 é igual a
(A) 2,4 m/s.

(B) 0,6 m/s.

(C) 1,2 m/s.

(D) 4,8 m/s.

(E) 3,6 m/s.

05. (FARMEP – 2017). A fórmula corresponde à estrutura do antisséptico cloreto de benzetônio.



De acordo com a fórmula apresentada, é correto afirmar que o cloreto de benzetônio é
(A) um sal de amônio quaternário, que apresenta a função álcool.

(B) um sal de amônio quaternário, que apresenta a função éter.

(C) uma amida, que apresenta a função éter.

(D) uma amida, que apresenta a função álcool.

(E) um sal de amônio quaternário, que apresenta a função éster.

PELO PROFESSOR EUDO ROBSON

O VESTIBULAR COMPLETO COM O GABARITO, ESTÁ DISPONÍVEL PARA DOWNLOALD GRATUITO NO SITE:


sexta-feira, 14 de abril de 2017

FÓRMULAS DE CREMES PARA PÉS RESSECADOS (FÓRMULAS MAGISTRAIS)



Para pés e calcanhares ressecados  
No nosso cotidiano nos preocupamos muito com nossos cabelos, nossas unhas e da pele, porém uma parte de nosso corpo é bastante descuidada, não recebe os cuidados que merecem, estamos falando dos nossos pés. Devemos nos lembrar que eles é que nos sustentam durante todo o dia, ficando por horas em sapatos ou simplesmente descalços.

Por isso devem ter uma atenção especial, precisam de cuidados e tanta dedicação assim como outras partes no nosso corpo.Nossos pés tem menos glândulas sebáceas, portanto, ressecam ou racham mais facilmente. Por isso devemos ter um cuidado especial.

Fatores que influenciam o ressecamento

I - A ingestão de pouca água.

II - Banhos quentes e demorados.

III - A pressão exercida sobre os pés.

IV - O elevado nível de açúcar no sangue.

V – O consumo de bebidas alcoólicas.

E como evitar o ressecamento ou rachadura dos calcanhares?
I – Hidratação interna e externa.
II – Não usar sapatos apertados. A sola deixa os pés ásperos e ressecados.
III – Não usar saltos altos com frequência. Sapatos de salto alto pressionam as pontas dos pés, fazendo com que engrosse os dedos.
IV – Não andar descalço em piso quente.
V – Não usar sapatos rasteiros, pois aumentam a pressão nos calcanhares.
VI – Alterne sapatos rasteiros, de salto alto, anti - impacto e chinelos macios.
VII - Hidrate os pés diariamente, usando produtos que tenham em sua formulação uréia, ácido glicólico, ácido lático ou ácido salicílico – sempre após o banho.
VIII – Faça massagem regularmente.
IX – Fazer escalda pés duas vezes por semana. Use com 1 litro de água morna com meio copo de vinagre por vinte minutos, isso irá diminuir a aspereza da pele.

E se os pés e os calcanhares já estiverem rachados?

Apresentará dor e incomodo e dificultará o uso de calçados. Neste caso aplique a seguinte receita caseira:
Apresentará dor e incomodo e dificultará o uso de calçados. Neste caso aplique a seguinte receita caseira:
MATERIAL NECESSÁRIO
I – Arroz.
II – Mel de abelhas.
III – Cidra de maçã.
IV – Azeite de oliva.
PELO PROFESSOR EUDO ROBSON
A CONTINUAÇÃO DESTE CURSO ESTÁ DISPONÍVEL PARA DOWNLOALD GRATUITO NO SITE:

terça-feira, 11 de abril de 2017

VESTIBULAR COMPLETO - FAMERP

 

01. (FAMERP). A figura representa o desenho da arcada dentária de um animal, feito no plano cartesiano ortogonal em escala linear.


Sabendo que as posições dos centros dos dentes destacados em cinza nessa arcada são modeladas nesse plano por meio da função quadrática y = ax2 + b, então a + b é igual a
(A) 8,5.

(B) 9,2.

(C) 9,5.

(D) 10,2.

(E) 9,0.

02. (FAMERP). O resultado do exame de fezes de um garoto indicou que ele tinha ascaridíase, doença causada pelo parasita Ascaris lumbricoides. Esse parasita é um (A) protozoário ciliado.

(B) animal de corpo achatado.

(C) protozoário flagelado.

(D) animal de corpo cilíndrico.

(E) animal de corpo segmentado.

03. (FAMERP). A distrofia muscular do tipo Duchenne é uma doença determinada por um alelo recessivo ligado ao cromossomo X. Ela causa degeneração progressiva dos músculos esqueléticos. Júlia, que tem pais normais e um irmão com essa distrofia, casa-se com Pedro. A genealogia ilustra essas informações.


A probabilidade de Júlia gerar uma criança com distrofia muscular será de
(A) 1/4.

(B) 1/2.

(C) 1/8.

(D) 1/6.

(E) 1/16.

04. (FAMERP). Analise a charge.


A charge ironiza
(A) a tentativa de produzir alternativas ao uso de herbicidas na produção agrícola.

(B) a baixa exigência de equipamentos de proteção individual para manipular a produção agrícola.

(C) o manejo retrógrado estipulado pelos órgãos de controle do setor agrícola.

(D) o uso exacerbado de defensivos agrícolas no modelo de agricultura contemporâneo.

(E) o comprometimento da produção agrícola pela resistência ao uso de insumos agrícolas.

05. (FAMERP). A imagem mostra cilindros de mesma capacidade, cada um com gás de uma substância diferente, conforme indicado, t odos à mesma pressão e temperatura.


O cilindro que contém a maior massa de gás em seu interior é o
(A) 5.

(B) 3.

(C) 1.

(D) 2.

(E) 4.


Toda prova está disponível para download gratuito no site:

CONHECENDO A OSMOSE - LABORATÓRIO

CONHECENDO A OSMOSE - LABORATÓRIO

MATERIAL NECESSÁRIO:

- Aquecedor elétrico.
- Tela de Amianto.
- 1 Béquer.
- 1 Régua.
- 1 Bastão de Vidro.
- 2 Provetas.
- 2 Ovos.
- Sal de Cozinha.
- Balança.
- 2 Corantes de bolo.

PASSO A PASSO:

Coloque os ovos para cozinhar em água dentro de um béquer.

  Meça a massa e tire as medidas do comprimento e largura de cada ovo.

Adicione sal até esgotar a capacidade de a água dissolver.

 A concentração da solução deve ficar parecida com a água do mar.

Ponha a água pura numa das provetas e a salgada na outra. 

Utilize os corantes a gosto.

Coloque um ovo cozido descascado numa das provetas com corante... 

...e o outro na na outra proveta também com corante .

Observe o que acontece. Um desce e o outro não. Por quê? Deixe 24 horas em repouso e observe novamente?

Agora repita o mesmo processo do início. 

Meça as massa dos ovos na balança e com a régua meça novamente as medidas dos ovos. Compare estes dados novos com os dados iniciais.

CONCLUSÕES 

O ovo da proveta com água salgada murcha e diminui suas dimensões, pois perdeu líquido para a solução e devido á desidratação, perde massa. Esta perda de líquido foi ocasionada pela OSMOSE.

O ovo da proveta com água normal incha e aumenta suas dimensões, pois ganhou líquido da solução e por conta da hidratação, ganha massa. Este ganho de líquido foi ocasionado pela OSMOSE.

PELO PROFESSOR EUDO ROBSON

ESTA AULA ESTÁ DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD GRATUITO NO SITE: 





ESTUDO DOS ÉSTERES - 3°ANO

ESTUDO DOS ÉSTERES

- São compostos formados pela troca do hidrogênio presente na carboxila dos ácidos carboxílicos por um grupo alquila (R) ou arila (Ar). Esta troca acontece quando Ácidos Carboxílicos reagem com álcoois.



FÓRMULA GERAL

NOMENCLATURA IUPAC

Sua nomenclatura é semelhante à dos sais orgânicos.




















Fonte: medicina.usac.edu.gt


NOMENCLATURA DOS AROMÁTICOS
Um exemplo muito importante é o dos triglicéridos — triésteres da glicerina — formadores de óleos e gorduras indispensáveis à nossa alimentação.

Os ésteres cíclicos são chamados de lactonas. Por exemplo:


CARACTERÍSTICAS E USOS DOS ÉSTERES

- São usados na fabricação de sabões.

- São utilizados na medicina na fabricação de analgésicos e antigripais.

- São utilizados na fabricação de essências.
Ex: Sabor e aroma de frutas nos chicletes, refrescos artificiais, gelatinas, bombons...

- Fabricação de flavorizantes e aromatizantes (que dão sabores e aromas artificiais)

I - Antranilato de metila: sabor de uva.

II - Acetato de pentila: aroma de banana.

III - Etanoato de butila: sabor de maçã verde.

IV -Butanoato de etila: aroma de abacaxi.

V - Metanoato de etila: aroma de groselha.

VI - Acetato de propila: aroma de pera.

- Fabricação de aromatizantes de ambientes e perfumes.

- Ésteres de cadeias muito longas são utilizados na fabricação de ceras (de abelha).

- São encontrados em óleos (óleo de soja), gorduras e sebos.

- Devido ao grupo carbonila, os ésteres tem o caráter polar, mas por não formarem pontes de hidrogênio são insolúveis em água.

- Os ésteres mais baixos são líquidos incolores e voláteis.

- O aumento da massa molecular os tornam viscosos (óleos vegetal e animal).Isto diminui seu caráter polar.

- Quando a massa molecular é muito elevada, tornam-se sólidos. (Gorduras e ceras)

- Tem pontos de ebulição menor do que os dos álcoois e dos ácidos de mesma massa.

PELO PROFESSOR EUDO ROBSON

AULA DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD GRATUITO NO SITE:

segunda-feira, 10 de abril de 2017

EXERCÍCIOS DE TERMOQUÍMICA - PARTE 1

EXERCÍCIOS DE TERMOQUÍMICA

01. (Fatec-SP). Calcule a energia envolvida na reação 2 HI(g) + Cl2(g®  I2(g)  +  2 HCl(g). Expresse o resultado em Kcal/mol de HI(g). Indique se a reação é exotérmica ou endotérmica. 
Dados:
Tipo de ligação      Energia de ligação
                                (Kcal/mol)
H - Cl                            103
H - I                               71
Cl - Cl                             58
I - I                               36

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

02. (Fuvest-SP). Observe a tabela:

Ligação
Energia média de ligação Kj/mol
O - H
464
C - C
350
C - H
415
C - O
360
      Calor de combustão no estado gasoso:

A = 1410 kJ/mol; B = 1454 kJ/mol.
A e B são compostos de mesma fórmula molecular C2H6O, sendo um deles o álcool etílico e o outro o éter dimetílico. Utilizando os valores de energia de ligação, identifique A e B, explicando o raciocínio usado.

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

03. (Mackenzie-SP). Calcular a variação de entalpia na reação

2HBr(g) + Cl2(g) ® 2 HCl(g)  + Br2(g)

Conhecendo-se as seguintes energias de ligação, todas nas mesmas condições de pressão e temperatura:

    Tipo de ligação    Energia de ligação
                             (Kcal/mol)
 H - Br                    87,4
 Cl - Cl                    57,9
 H - Cl                  103,1
Br - Br                  46,1

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

04. (Fuvest-SP). Considere os seguintes dados a 25ºC e 1 atm.

                            Substância                  Entalpia de formação    (em kJ/mol)
amônia (gás)                                - 46
cloreto de hidrogênio (gás)            - 92
cloreto de amônio (sólido)            - 314

a) Calcule a variação de entalpia (em kJ/mol) quando a base reage com o ácido para formar o correspondente sal.

b) Essa reação de salificação é exotérmica ou endotérmica? Por que?

05. Qual é a energia térmica (DH) em kJ envolvida na reação de síntese da amônia:
N2  +  3 H2    ®   2 NH3

Dadas as energias de ligação em kJ por mol de ligações:
N - N ... 950     
H - H ...430               

N - H ...390
________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

PELO PROFESSOR EUDO ROBSON

O GABARITO DESTAS E MAIS QUESTÕES, ESTÃO DISPONÍVEIS PARA DOWNLOAD GRATUITO E EM PDF NO SITE :